Entenda o que é hipotermia terapêutica

A hipotermia após paradas cardíacas funciona como neuroproteção

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre hipotermia terapêutica após paradas cardíacas. 

Segundo o professor, a hipotermia reduz o metabolismo cerebral e pode interromper uma série de cascatas químicas que são disparadas após insultos cerebrais, sobretudo os insultos isquêmicos, que acontecem após paradas cardíacas.

A hipotermia terapêutica moderada, com alvo terapêutico próximo aos 33°C, já tem sido utilizada com pacientes que evoluem com coma, após uma parada cardíaca fora do hospital. 

Recentemente, foi publicado na revista New England Journal of Medicine o resultado de um estudo francês, feito com 584 pacientes que tiveram parada cardíaca com ritmos não chocáveis, ou seja, caracterizada pela ausência de pulso detectável na presença de algum tipo de atividade elétrica. O estudo mostrou que a hipotermia terapêutica também pode ser uma alternativa para esses pacientes. 

Ouça no player acima a íntegra da coluna Minuto do Cérebro.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.