Entenda como a primeira-ministra da Nova Zelândia venceu a pandemia

Clareza, firmeza, prontidão e tranquilidade no trato com as pessoas foram os ingredientes que ajudaram Jacinda Ardern a combater o coronavírus

Priorizar vidas é o caminho para vencer a pandemia e assim foi o que a Nova Zelândia traçou como meta vitoriosa no combate ao coronavírus. Tudo por lá já foi liberado. Apenas é mantido o controle das fronteiras.

O segredo de Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia, foi tomar as medidas necessárias com rapidez e no tempo certo, não se deixando levar pelo negacionismo, nem pela falsa dicotomia economia versus vidas. “O lockdown na Nova Zelândia foi de cinco semanas, sem exceção. Hoje, todo mundo pode se abraçar. O segredo foi a rapidez e a firmeza da primeira-ministra”, afirma a professora Marília Fiorillo em sua coluna desta semana.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Conflito e Diálogo.


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.