Em tempos de coronavírus, a alternativa é ficar em casa ou ficar em casa

A reclusão, por conta da pandemia, pode se tornar um exercício divertido, na opinião da professora Marília Fiorillo

Logo no início de sua coluna, a professora Marília Fiorillo cita o filme Abril Despedaçado, de Walter Salles, para nos lembrar que um abril despedaçado é exatamente o que nos espera, caso não tomemos a única providência necessária em tempos de pandemia de coronavírus: ficar em casa. A palavra de ordem, diz ela, é quarentena, e isso pode ser mais divertido do que parece. Afinal, o mundo vive um de seus piores momentos e ninguém sabe precisamente como enfrentar essa crise – “a cada dia mudam as recomendações e prognósticos”.

De resto, países que não tardaram a adotar medidas drásticas, como China e Coreia do Sul, conseguiram conter a pandemia. Na Europa, a Alemanha tem a menor taxa de letalidade, graças às medidas restritivas adotadas pelo governo de Angela Merkel. Na contramão, estão os países que negligenciaram o risco do coronavírus, como EUA, Itália e Reino Unido, e que estão pagando um preço alto pelo descaso. Diante de tal cenário, ficar em casa, na companhia de filmes e séries, é uma boa pedida, recomenda Marília, para quem, no entanto, nada substitui o prazer de uma boa leitura. “Isso porque os livros exigem mais da nossa imaginação, um bom livro é metade autor, metade leitor.” Ela cita alguns que poderiam fazer companhia ao recluso do coronavírus, não sem antes concluir: “Com livros, podemos dar a volta ao mundo em 90 dias”.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.