Em pesquisas, simplicidade nem sempre significa baixa qualidade

Professor Santiago cita, como exemplo, importância de resultados de um estudo simples sobre velocidade de chute no futsal

Na coluna Ciência e Esporte de hoje, o professor Paulo Roberto Santiago fala sobre a importância de divulgar Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). Ao defender que simplicidade não significa baixa qualidade, Santiago cita o trabalho, publicado em 2015 pela Revista Brasileira de Educação Física e Esporte da USP de São Paulo, desenvolvido por um seu ex-aluno de graduação da Unesp de Rio Claro.

O estudo, conta Santiago, avaliou a velocidade da bola em um chute no futsal em relação à velocidade do pé, ao ângulo do joelho e à última passada antes do chute. O professor destaca a simplicidade na execução da pesquisa, em que seu aluno utilizou “duas câmeras de vídeo, umas varetas e bolas de isopor”.

Mas, adianta, o estudo comparou ainda a velocidade utilizada por garotos, entre 13 e 15 anos, com diferentes níveis de desempenho em tiro livre de dez metros. Entre os meninos avaliados, estavam aqueles que jogavam futsal, de forma sistemática, no projeto de extensão da Unesp, e aqueles que nem jogavam ou gostavam desse esporte. 

Foram observadas variáveis que podiam explicar o desempenho, sendo o destaque principal a velocidade do pé no momento do chute. Concluiu-se que os meninos que jogavam futsal tinham maior velocidade no pé e, consequentemente, empreendiam maior velocidade à bola. 

Para o professor, os dados são “interessantes para a precaução quanto à prática esportiva, pela velocidade que a bola pode atingir e acabar machucando os garotos”.

Ele continua, dizendo que “é muito importante que as pessoas tenham consciência que é possível, mesmo no período de graduação na universidade, criar trabalhos, com ferramentas simples, que são divulgados e que tenham importância”. E finaliza: “É muito interessante que alunos, mesmo de graduação, tenham em mente que os seus trabalhos podem ser divulgados em periódicos científicos de baixa ou alta relevância, mas o importante é divulgar”.

Ouvintes podem sugerir temas ou enviar questões para as próximas edições da coluna por e-mail ou através de comentários no canal da coluna no YouTube. A única indicação é que a sugestão seja relacionada a ciência e esporte. 

Ouça no player acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.