Em nova série, “História do Rock” traz a evolução sonora do gênero

Segundo De Vivo, o violão e a guitarra são os pilares do rock, por isso traz ao programa o guitarrista Rafael Said

Na edição do programa História do Rock desta semana, o professor Mario De Vivo inicia uma nova série de programas sobre a evolução da sonoridade do rock.

O professor começa o programa com a música de 1969, For What It’s Worth, da banda americana Buffalo Springfield, em protesto contra a Guerra do Vietnã. Segundo De Vivo, a canção é bastante simbólica para a evolução sonora do rock e ajuda a ilustrar o que será abordado ao longo da série. 

O professor conta que o violão e a guitarra estão presentes na base da sonoridade do rock e, para entender mais sobre o assunto, Mario De Vivo entrevistou o professor de guitarra e guitarrista de jazz, Rafael Said, que afirma que o som das guitarras utilizadas no rock são mais estridentes e pesadas do que as utilizadas em sua área de especialidade, o jazz.

A diferença de sons das guitarras entre os dois gêneros musicais (rock e jazz) pode ser percebida na comparação entre as músicas A Child Is Born, de Thad Jones, e  Billie’s Bounce, de Charlie Parker, tocadas no programa por Said. 

Ouça no player acima a íntegra do programa História do Rock.

Os ouvintes podem enviar sugestões e comentários para o e-mail: rocknausp@usp.br.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.