“Em momentos de crise, precisamos de gente qualificada”, afirma colunista

Para Glauco Arbix, a ideia de um inimigo comum corrói a ideia de uma sociedade polarizada

Na edição de hoje (6), o professor Glauco Arbix analisa como as relações políticas desajustadas ajudam a impactar negativamente um momento de crise como o da pandemia de coronavírus. Para Arbix, a ideia de um inimigo comum corrói a ideia de uma sociedade polarizada. “Também coloca a necessidade de se desenvolver algum grau de solidariedade. Podemos ter, após a passagem do coronavírus, a volta de um debate civilizado, que é o que está em jogo. Este momento tem mostrado um nível de civilização muito maior do que temos hoje. As pessoas não são somente egoístas, não pensam somente no seu próprio interesse.”

Para que esse cenário se viabilize, depende da atitude do governo e das lideranças políticas. De acordo com Arbix, o presidente Bolsonaro tem mostrado o que não deve ser feito, além de estar muito atrasado nas medidas, não só para resgatar a economia, mas também na tomada de posição sobre as providências relacionadas à saúde das pessoas, dando maus exemplos, falando impropriedades. “Tudo isso não ajuda ninguém e só desqualifica o governo, mostrando que, na verdade, em momentos de crise, precisamos de gente qualificada”, ressalta.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Observatório da Inovação.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.