Eleições mostraram tendência da população em escolher candidatos do centro

Para Luciano Nakabashi, voltar para o caminho do centro pode ser a forma mais segura de resolver os problemas da sociedade brasileira, tanto econômicos como sociais

 18/11/2020 - Publicado há 1 ano

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre as eleições e seus reflexos na economia. Para o professor, essa foi uma data muito importante, pois eleger nossos representantes políticos é um direito conquistado ao longo da história, não só no Brasil, mas em muitos países. Quanto aos resultados das eleições do último domingo (15), para o professor, eles mostram uma possível volta à normalidade, quando comparados aos de dois anos atrás, quando foram realizadas as eleições para deputados, senadores, governadores e presidente. “Naquelas eleições, houve uma tendência de voto de renovação e longe do centro em termos econômicos, ideológicos e sociais, de forma geral. A mentalidade foi muito mais para a direita, abrindo espaço para pessoas que não tinham exercido funções públicas.”

Nesta eleição, diz o professor, a tendência ficou clara, de volta para candidatos com mais experiência, do centro. Nakabashi diz que esse acontecimento é importante, pois, em primeiro lugar, precisamos de pessoas com experiência. “Muitos acabam confundindo experiência com corrupção. O presidente veio com o discurso de ser contra a corrupção e percebemos que as coisas não mudaram em relação a isso.” O professor lembra que, para reduzir a corrupção no País, é necessário “muito mais mudanças institucionais, das regras, e leis mais severas para que os políticos sejam penalizados pelos desvios do que mudança de candidatos”.

Nakabashi acredita que o resultado do último domingo já é uma prévia de uma tendência que deve se manter em 2022 para as eleições presidenciais, de senadores, deputados e governadores, a volta na escolha de políticos com experiência. Para o professor, uma sociedade não muda com a escolha de candidatos que estão muito fora do centro, pois esse é o reflexo do pensamento médio da sociedade brasileira, e os políticos refletem os costumes, a cultura e os pensamentos e ideologia das pessoas, da população de forma geral. “O que existe é uma construção ao longo do caminho, onde ocorram mudanças institucionais que independam das pessoas que estão no poder.”

Para o professor, voltar para o caminho do centro pode ser a forma mais segura de resolver os problemas da sociedade brasileira, tanto econômicos como sociais.


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.