Eduardo Rocha fala sobre doenças oculares de difícil diagnóstico

Investigação de algumas doenças exigem diversos detalhes confirmatórios e excludentes

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre doenças oculares de difícil diagnóstico. Algumas condições de saúde, de forma geral, exigem “uma série de detalhes confirmatórios e excludentes” para tal confirmação, explica Rocha. Segundo o professor, casos onde os resultados são duvidosos e os exames não podem ser acessados imediatamente abrem espaço para a “intuição médica”.

No caso da oftalmologia, por exemplo, Rocha cita doenças como o glaucoma, algumas uveítes e a síndrome de Sjögren, que, no momento da investigação, necessitam de “elementos suficientes” para confirmar e descartar os chamados “diagnósticos diferenciais”.

Diante de diagnósticos controversos, de diferentes doenças, procurar por uma segunda opinião médica e um relacionamento saudável entre paciente e médico são duas maneiras de familiares e os próprios pacientes lidarem com a situação.


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.