Edição genética levanta inúmeras e desafiadoras questões

Mayana Zatz dá espaço em sua coluna para trazer à tona incertezas e desafios de lidar com o CRISPR

 20/05/2021 - Publicado há 5 meses
Por

Na edição passada, a professora Mayana Zatz falou das questões éticas relacionadas às novas tecnologias de edição genética (conhecida como CRISPR). Hoje, em Decodificando o DNA, a geneticista traz novos questionamentos a respeito da técnica.

Segundo Mayana, Walter Isaacson, autor do livro A Decodificadora, comenta que, nas próximas décadas, aumentaremos o poder de modificar nossos genomas e, por isso, teremos que lidar com profundas questões espirituais e morais. “A liberdade pessoal irá transformar os aspectos mais fundamentais e escolhas de consumo, feitas em um supermercado genético? Os ricos serão capazes de comprar os melhores genes?”, questiona a geneticista.

Mayana pontua ainda outros assuntos, como a diferença entre tratamento e melhoramento genético, a possibilidade de comprar os melhores genes ou ainda o supermelhoramento do ser humano, que incluiria habilidades como enxergar a luz infravermelha ou ouvir em altas frequências.


Decodificando o DNA
A coluna Decodificando o DNA, com a professora Mayana Zatz, vai ao ar quinzenalmente toda quarta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.