Economia global não deve melhorar até que o coronavírus seja contido

Para Rubens Barbosa, o que ocorreu nos últimos meses representa a pior crise da economia global desde 2009

Voos cancelados, conferências adiadas e até a possibilidade das Olimpíadas do Japão não ocorrerem. Este é o cenário global de hoje, diante da ameaça do coronavírus em 11 países. Embora a China esteja intensificando o controle e isolamento do vírus, na economia a situação é bem mais complicada.

A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) está emitindo recomendações para que haja estabilização na parte econômica, como, por exemplo, recomendando uma resposta global coordenada dos bancos centrais e aumento de gastos da Europa para impedir a recessão, que pode prejudicar ainda mais a situação no continente europeu, como cita o embaixador Rubens Barbosa.

O cenário econômico não deve melhorar até que a ameaça da covid-19 seja contida: “O que vai fluir daqui para a frente é o período de duração do vírus. Quanto mais tempo persistir a ameaça de um aumento generalizado da epidemia, pior vai ser a situação do mercado”, afirma Barbosa.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.