Economia e meio ambiente sofrem impacto do coronavírus 

A globalização contribui para espalhar o vírus por todos os continentes, o que traz impactos para a economia e para a saúde humana

O ano de 2020 começa com o impacto do coronavírus no mundo globalizado. Apesar de o vírus ter surgido na China, a doença já atinge diversos países, mas isso é uma característica da globalização. No mundo globalizado, o espaço e o tempo passam a ter uma menor importância nas relações sociais e individuais, seja no plano nacional, regional ou mundial. Com isso, se quer dizer que as pessoas hoje circulam cada vez mais, ou por turismo ou por negócios, motivos suficientes para espalhar o vírus pelos cinco continentes.

Um outro ponto igualmente importante em relação à atual propagação do coronavírus tem a ver com o meio ambiente. “Nós vivemos uma época de uma profunda devastação do meio ambiente e de um profundo desrespeito das fronteiras naturais entre o homem e o meio ambiente”, destaca o professor Alberto do Amaral. Esse avanço das fronteiras entre o homem e o meio ambiente, segundo ele, é que propiciou que o contato humano com certos vírus se transmitissem para as pessoas. Há uma relação indissociável entre a destruição do meio ambiente, a superação das fronteiras que sempre existiram entre o homem e o meio ambiente e a capacidade de que certos vírus desconhecidos possam afetar as relações humanas.

“Isso é um grande alerta para a humanidade, para que tome providências urgentes”, conclama o colunista, na opinião de quem é urgente e necessário proteger o meio ambiente para evitar a repetição de episódios como o do coronavírus.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna Um Olhar sobre o Mundo.

 


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.