Durante pandemia, brasileiro sofreu mais com dores na coluna

Estudo levanta a hipótese de que as dores estejam ligadas à falta de atividade física e a longos períodos na frente das telas de computador e televisão

 21/09/2020 - Publicado há 1 ano  Atualizado: 25/09/2020 as 10:53
Por

 

Na coluna de hoje (21), o professor Farah comenta uma pesquisa que buscou entender como a pandemia afetou a vida dos brasileiros. Um dado que chamou a atenção foi que 41% das pessoas se queixaram de dor na coluna durante a quarentena. Em 2013, esse porcentual era de 18,5%. O estudo levanta a hipótese de que o aumento de pessoas adoecidas esteja ligado à diminuição da atividade física, associada ao excesso de exposição das pessoas diante das telas – computador, televisão e celular.


Corpo e Movimento
A coluna Corpo e Movimento, com o professor José Carlos Farah, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP. 

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.