Doença hipertensiva da gravidez se associa a déficit cognitivo tardio

Uma das principais causas de morte materna, hipertensão na gestação pode levar a futuras complicações neurológicas

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre a Doença Hipertensiva Específica da Gravidez (DHEG), uma das complicações mais frequentes da gestação. No Brasil, o quadro constitui uma das primeiras causas de morte materna. Segundo o Ministério da Saúde, a DHEG ocorre em 5% a 10% das gestações, apresentando taxa de 20% de mortalidade.

Cientistas da Holanda e dos Estados Unidos acabam de descobrir complicações neurológicas tardias em mulheres que sofreram com DHEG durante a gestação, como mostra estudo publicado pela revista Neurology. Conta o professor Pontes Neto que os pesquisadores avaliaram a associação de transtornos hipertensivos da gravidez e o comprometimento cognitivo em mulheres após 15 anos da gestação, comparando esses testes com os de outras mulheres que não apresentaram o problema gestacional.

Os resultados, segundo Pontes Neto, revelaram “desempenho cognitivo abaixo do esperado” para as mulheres que tiveram a doença hipertensiva específica da gravidez, especialmente em “termos de memória operacional e aprendizado verbal”. Para o professor, o estudo reforça a importância do “controle da pressão durante a gravidez”, como também da continuidade de pesquisas sobre as complicações tardias relacionadas à DHEG.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.