Declarações de membros do governo causam tensão política

Governadores de Estado reagiram a elas e chegaram a divulgar uma carta, na qual criticam postura do presidente da República

Uma saraivada de declarações consideradas inapropriadas e até antidemocráticas ocasionou tensão política no País. Entre  esses comentários estão os do ministro da Economia, Paulo Guedes, chamando os funcionários públicos de parasitas e reclamando de viagens à Disney de empregadas domésticas. O próprio presidente Bolsonaro fez insinuações sobre a jornalista Patrícia Campos Mello, sugerindo motivação sexual em seu trabalho profissional. Também insinuou que a morte do miliciano Adriano Magalhães da Nobrega, em confronto com a polícia baiana, seria uma queima de arquivo. Para completar, acusou o governador da Bahia, Rui Costa, do PT, de estar ligado a organizações criminosas e ao crime organizado.

Em outro momento, um vídeo do ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, acusou parlamentares de  chantagearem o governo. Na verdade, o que aconteceu foi um acordo entre líderes do governo e o próprio Congresso sobre o orçamento impositivo.

Essas declarações se refletiram em vários segmentos da sociedade, causando uma grande preocupação. Para o professor José Álvaro Moises, “uma das reações mais importantes foi uma carta divulgada por 20 governadores de Estado, criticando o presidente Jair Bolsonaro por não contribuir com a evolução da democracia no Brasil.”

Acompanhe o comentário completo no link acima.


Qualidade da Democracia
A coluna A Qualidade da Democracia, com o professor José Álvaro Moisés, vai ao ar toda terça-feria às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.