Cúpula da Ambição Climática traz otimismo em relação à sustentabilidade

Reunião virtual que comemorou os cinco anos do Acordo de Paris aconteceu no último sábado, com representantes de cerca de 70 países

 17/12/2020 - Publicado há 10 meses
Por

Para o professor José Eli da Veiga, tudo o que foi dito no encontro virtual intitulado Cúpula da Ambição Climática, da ONU, permite que tenhamos uma sensação de otimismo em relação à sustentabilidade. “Estamos num caminho bem melhor do que estávamos há alguns anos”, destaca o colunista. Contudo, ele alerta que esse tipo de evento não deve ser tomado sem nenhum tipo de desconfiança. “As declarações dos chefes de Estado costumam ser balizadas por razões de ordem política e podem, necessariamente, se alterar.” Mas o que proporciona o otimismo, segundo Eli da Veiga, é o conjunto de documentos produzidos nos dias anteriores ou logo depois da cúpula.

Mas nem todos os relatórios são otimistas. Segundo o professor, um documento que precedeu o encontro enfatiza que ainda há muito investimento energético feito com energias fósseis. “Mas mesmo esse relatório acaba concluindo que vários fatores, como o barateamento das energias renováveis e os investimentos necessários, podem alavancar empregos”, diz o professor. Eli da Veiga também destaca um artigo veiculado no jornal Valor Econômico no último dia 14. “O texto usa dados referentes à Inglaterra. Comparando um relatório de 2008 e o atual, fica evidente que as coisas estão mudando para melhor”, afirma. Para o professor, esse conjunto de documentos confirma a real possibilidade de que em meados do século haja neutralidade carbono.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.