Crise sistêmica revela a força dos mitos

Esperança se fortalece com busca por soluções mágicas ou milagres

O coronavírus mostra uma crise de uma gravidade, de um impacto econômico e financeiro além de toda e qualquer proporção. Neste momento de reclusão, o tema do mito em uma sociedade moderna, manufatureira, industrial, depois das revoluções tecnológicas, mostra um desencantamento das coisas. Tudo ficou racional, submetido ao cálculo, a instrumentos de medidas nas crenças humanas, à economia. A sociedade contemporânea viu o fim do mito, um desencantamento  com o processo de industrialização, racionalização.
O professor Gilson Schwartz diz que o que estamos observando hoje, no entanto, é que a própria ideia de que tudo se resolve tecnicamente, tecnologicamente, essa ideia de que há um desencantamento também é um mito. “Num momento como esse, em que está em jogo conhecimento científico para resolver um problema, há uma valorização de tudo o que é mito”.

Saiba mais no http://sites.usp.br/Iconomia


Iconomia 
A coluna Iconomia, com o professor Gilson Schwartz, vai ao ar toda segunda-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.