Corte na educação acontece quando ciência desempenha papel vital na pandemia

Glauco Arbix comenta que o corte deve atingir cerca de 70 universidades e institutos federais

Na coluna Observatório da Inovação desta semana, Glauco Arbix discute o corte de 18,2% das despesas discricionárias anunciado pelo Ministério da Educação. Para o colunista, o corte previsto no Projeto de Lei Orçamentária de 2021, que ainda deve ser encaminhado ao Congresso Nacional antes da aprovação, chega num momento em que as universidades e a ciência têm desempenhado função vital no combate ao novo coronavírus. “Estamos assistindo uma procissão de medidas que dificultam o desenvolvimento da educação e que criam situações que tornam difícil a vida de professores, pesquisadores, dos alunos, das famílias e do País.”

Segundo Arbix, cerca de 70 universidades e institutos federais serão atingidos pelo corte: “O que estamos vivendo não tem nada a ver com a busca de um aperfeiçoamento do sistema de ensino, mas estamos vivendo uma degradação da forma de se educar. Num momento em que se discute volta às aulas, de repente a gente percebe que a infraestrutura é insuficiente, que os alunos não têm wi-fi, que grande parte de quem estuda não tem computadores capazes de fazer ou receber boas transmissões, telefones ou tablets. Nós estamos tendo um corte generalizado”.

O corte anunciado recentemente pelo MEC planeja reduzir R$ 4,2 bilhões do orçamento das despesas discricionárias, portanto, não inclui despesas obrigatórias como folhas de pagamento. O colunista afirma que a justificativa do governo federal é que há dificuldades financeiras. “Todo mundo tem dificuldade. Precisa saber, em meio às dificuldades e com carência de recursos, quais são as prioridades do País, essa é a questão de fundo que está colocada. Qualquer pessoa de bom senso percebe que nós estamos pagando um preço altíssimo em vidas por não ter um país bem educado e desigual na educação.”

Ouça a coluna na íntegra pelo player acima.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.