Coronavírus: como diferentes culturas enfrentam a pandemia

Os países asiáticos estão controlando a pandemia melhor do que os do Ocidente. E o Brasil, como sairá dessa crise?

O professor Martin Grossmann propõe nesta edição uma reflexão sobre a crise que o mundo vem enfrentando com o coronavírus. Para tanto, recomenda a leitura do artigo do filósofo Byung-Chul Han, coreano residente na Alemanha, publicado no jornal El País. Byung-Chul Han é autor de vários livros, como Sociedade do Cansaço, Agonia do Eros e No Enxame.

“O pensador faz uma comparação das estratégias de diferentes culturas para enfrentar a pandemia”, explica. “Observa que até na China o coronavírus está controlado. Enquanto nos países da Europa, o índice de infectados aumenta. E agora no Brasil, como será?”

Outra recomendação é o documentário Indústria Americana, disponível na Netflix, dirigido por Steven Bognar e Julia Reichert. “Assim como o filósofo Byung-Chul Han, o filme mostra as diferenças culturais, no caso entre chineses e americanos”, comenta Grossmann. “O documentário registra a gestão chinesa em uma fábrica que foi à falência nos Estados Unidos. Os chineses trazem os seus valores, estratégias e modos de operação. O chão de fábrica vira o campo de conflitos entre diferentes culturas.”

Para o colunista, tanto o pensamento de Byung-Chul Han como o filme Indústria Americana, vencedor do Oscar de melhor documentário, trazem uma reflexão importante. “Como destaca o filósofo coreano, há maior eficácia no controle da pandemia em países do Oriente do que nos da Europa e, provavelmente, do que agora estamos vivendo no Brasil. Assim sendo, o entendimento cultural é muito valioso para a compreensão não só do que estamos passando neste momento, mas para iniciarmos um pensamento prospectivo, pensando no futuro de como vamos sair dessa.”

Ouça no link acima a íntegra da coluna Na Cultura o Centro Está em Toda Parte.


Na Cultura, o Centro está em Toda Parte
A coluna Na Cultura o Centro está em Toda Parte, com o professor Martin Grossmann, vai ao ar toda quarta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.