Córnea é o transplante mais realizado no mundo

Colunista diz que, muitas vezes, após sofrerem lesões, ainda que reparadas, as córneas não retomam suas características

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre a importância de cuidar das córneas, o tecido transparente responsável por proteger o globo ocular.

Resistência, renovação periódica, defesa das estruturas internas do globo e captação de imagens fazem parte dos atributos da córnea, porém, o tecido pode sofrer lesões que atrapalham suas funções. 

Mas, ainda assim, o professor chama a atenção para uma descoberta feita nos últimos séculos, em que foi possível constatar que a córnea consegue tolerar a transferência de sua parte central, de um indivíduo falecido, para uma pessoa que tenha a córnea lesionada.

No entanto, Rocha explica que, mesmo sendo o transplante mais feito em todo o mundo, a transferência de córnea está em situação de baixa captação e execução em tempos de pandemia da covid-19.

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.