Consequências da extensão do prazo do auxílio emergencial ainda são incertas

André Singer comenta decisão presidencial de manter o programa financeiro até o final do ano e seus possíveis impactos

Na coluna de hoje (3), André Singer comenta a decisão do presidente Jair Bolsonaro de estender o prazo para requisição do auxílio emergencial até dezembro. Ele considera que essa medida é importante para proteção financeira de pessoas afetadas pela pandemia de coronavírus.

No entanto, o valor a ser recebido foi cortado pela metade, totalizando R$ 300, e ainda não se sabe os impactos disso na economia, nos desdobramentos políticos e na vida dos cidadãos. “É possível que essa redução represente uma perda significativa até mesmo na compra de alimentos para cerca de 65 milhões de brasileiros. Por outro lado, é necessário lembrar que a proposta inicial do auxílio era de R$ 200, o que foi convertido pelo Congresso Nacional para R$ 600, ajudando, assim, a manter algum grau de atividade econômica durante o período de recessão. Essa medida pode influenciar na retomada econômica”, explica o professor.


Poder e Contrapoder
AA coluna Poder e Contrapoder, com o professor André Singer, vai ao ar toda quinta-feira às 9h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Saiba mais ouvindo a entrevista na íntegra.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.