Computadores quânticos são uma evolução natural na computação

Para o colunista Luli Radfahrer, a principal vantagem desses equipamentos é sua capacidade em realizar diversas operações simultâneas

 09/07/2021 - Publicado há 7 meses  Atualizado: 12/07/2021 as 11:38

Em sua coluna Datacracia, o professor Luli Radfahrer explica que os computadores quânticos são um protótipo de tecnologia com novos componentes de tamanho nanoscópico. Os componentes dos computadores convencionais são uma espécie de interruptor que codifica a energia para seu funcionamento eletrônico.  

“Um chip hoje tem 14 nanômetros, ou seja, é 15 mil vezes menor do que um grão de poeira”, diz Radfahrer. Segundo o professor, os componentes tradicionais são cada vez menores e estão próximos do tamanho limite. Quando ele é ultrapassado, o comportamento dos elétrons se torna imprevisível e dificulta o funcionamento da máquina. A computação quântica será uma maneira de superar esse limite.

“A principal vantagem do computador quântico é que ele pode fazer várias operações simultâneas”, explica. O poder desses computadores cresce exponencialmente e sua capacidade de processamento é muito melhor do que a das máquinas convencionais.

Radfahrer afirma que os computadores quânticos não substituirão os comuns, já que algumas condições específicas são necessárias para seu funcionamento. Eles contribuirão com funções como a simulação biológica, a previsão do tempo e o desenvolvimento da ciência.


Datacracia
A coluna Datacracia, com o professor Luli Radfahrer, vai ao ar toda sexta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.