Como fica o balanço do ano de 2021 e o que esperar em 2022 para o livro?

A professora Marisa Midori reitera a importância de se pautar políticas públicas para o livro no Brasil

 10/12/2021 - Publicado há 2 meses
Por

Além de ter mantido a rotina de comentar as novidades bibliográficas durante todo o ano de 2021, a professora Marisa Midori aborda na coluna Bibliomania, a última do ano, a importância de se pautar políticas públicas para o livro. Mas, antes de falar de questões políticas, a professora lembra que, no próximo dia 18 de dezembro, sábado, a partir das 11 horas, será lançado mais um número da revista Livro (Ateliê Editorial).

Segundo Marisa, “desde o ano passado, quando o ministro Paulo Guedes anunciou o projeto de reforma tributária, no qual existe embutida a proposta de taxar os livros, por meio da adoção da CBS (Contribuição Social sobre Bens e Serviços), nunca foi tão importante pautar as políticas públicas para o livro no Brasil”.

Para a professora, 2022 é um ano aberto a muitas lutas, “contra a taxação, pela reabilitação de um Ministério da Educação comprometido com o livro e a leitura, de um Ministério ou Secretaria da Cultura igualmente empenhados no setor livreiro e de uma regulamentação do preço do livro”.


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.