Como é construída a confiança do público na ciência

Percepção da sociedade sobre a ciência é influenciada, entre outros fatores, por gênero e cultura da pessoa e pela afiliação político-partidária


 

As bases da confiança que a sociedade tem na ciência são discutidas por Paulo Nussenzveig na coluna Ciência e Cientistas. “No dia 16 de fevereiro, Jessica Scarfuto publicou um comentário na revista Science sobre fatores importantes para a confiança da sociedade norte-americana na ciência e nos cientistas. Ela resumiu dados apresentados num painel que ocorreu no encontro da Associação Americana para o Progresso da Ciência (AAAS), em fevereiro”, relata. “Os aspectos levantados me parecem muito pertinentes para entendermos os meios mais efetivos de comunicar o conhecimento científico para a sociedade de forma ampla”.

O comentário de Jessica apresenta cinco fatores que são considerados mais importantes, aponta o físico. “O tópico científico; o valor que a pessoa confere a dados e estatísticas em comparação com elementos mais intuitivos; o gênero e cultura da pessoa; a afiliação político-partidária (lembrando que nos EUA há apenas dois partidos políticos que se alternam no poder); a credibilidade de quem apresenta os resultados científicos”, enumera. “Embora não disponhamos de dados similares para a realidade brasileira, acredito que podemos reconhecer padrões que ocorrem aqui também”.

Segundo Nussenzveig, uma pesquisa realizada por uma empresa de análise de dados, a Gradient Metrics, permite correlacionar o valor dado à ciência com diferentes atitudes de grupos de pessoas. “Foram estabelecidas seis categorias, indo de pessoas que preferem ‘histórias a estatísticas’ até ‘soldados da verdade’”, ressalta. “Aqueles que preferem histórias a estatísticas valorizam decisões tomadas com base em intuição e relatos anedóticos; os soldados da verdade buscam evidências ‘irrefutáveis’”.

Saiba mais clicando no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.