Tecnologia 5G avança no mundo, mas não no Brasil

Glauco Arbix lamenta que o País ainda não tenha se posicionado definitivamente em relação às tecnologias de quinta geração, correndo o risco de ficar para trás

O professor Glauco Arbix foca sua coluna desta semana na tecnologia 5G, que está amadurecendo de forma muito rápida. “Há quem diga que elas já estão maduras a ponto de serem implementadas.” Na verdade, as tecnologias de quinta geração, além de permitirem uma quantidade muito maior de dados na sua transmissão, têm capacidade de habilitar o que se convencionou chamar de hiperconectividade, ou seja, abrem a possibilidade de uma série de aplicações (cidades inteligentes, saúde a distância, educação, consumo de energia) que não se tem hoje.

Infelizmente, porém, lamenta Arbix, o Brasil está atrasado em relação a essa tecnologia, e um dos principais problemas é de natureza política, pois China e EUA disputam entrar no mercado nacional. Enquanto persiste essa indefinição, quem perde é o Brasil.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.