“O Irlandês” é a obra-prima de Martin Scorsese

Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci são os protagonistas desse filme que, no dia 27, entra na playlist da Netflix

“Uma narrativa com começo, meio e fim e qualquer coisa que eu disser pode virar spoiler”, recomenda Giselle Beiguelman em sua coluna Ouvir Imagens (clique no player acima). “The Irishman é o melhor resultado que já vi da combinação de novas tecnologias com a velha arte cinematográfica.”

O filme vai entrar, no próximo dia 27, na playlist da Netflix. “The Irishman, ou O Irlandês, é sensacional”, comenta. “Scorsese traz uma história dos EUA contada pelos pequenos gângsters. Al Pacino e De Niro, que são os protagonistas, dão show. E Joe Pesci, que também integra o elenco principal, idem.”

O espectador vai conhecer a história de Frank Sheeran, o irlandês interpretado por De Niro. “É um veterano de guerra cheio de condecorações que concilia a vida de caminhoneiro com a de assassino de aluguel número um da máfia”, explica a colunista. “Em um determinado ponto da história, aproxima-se do famoso líder do sindicato dos caminhoneiros dos EUA, Jimmy Hoffa. Para quem não se lembra, Hoffa é o mais importante líder sindical da história do país. Presidiu o sindicato de 1952 a 1971 e foi responsável pelo seu  crescimento, que chegou a mais de 1 milhão de filiados e importantes conquistas trabalhistas. Ele desapareceu em 1975 e seu corpo nunca foi encontrado. O irlandês também é promovido a líder sindical pela sua relação com Hoffa.”

Giselle Beiguelman garante: “É um cinemão. Mas tem que assistir para conferir”.

Mais informações sobre O Irlandês, de Martin Scorsese, acesse:

www. desvirtual.com.


Ouvir Imagens 
A coluna Ouvir Imagens, com a professora Gisele Beiguelman, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e  TV USP.

.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.