O computador substituirá o jornalismo tradicional?

Nesta edição de sua coluna, Radfahrer fala sobre o jornalismo computacional, ou seja, a máquina substituindo o profissional de jornalismo

O assunto desta semana na coluna Datacracia é o jornalismo computacional, ou seja, o jornal feito por algoritmo, sem a intermediação humana, algo que, segundo Luli Radfahrer, está cada vez mais próximo da realidade. Isso, por outro lado, remonta à velha e controversa tese da máquina como substituta do ser humano. Radfahrer especula que um bom uso do computador no jornalismo seria na checagem automática de fatos – ou seja, os algoritmos poderiam ser usados para verificar a autenticidade ou não das notícias a serem publicadas.

“O mesmo algoritmo, que hoje é usado para escrever texto, seria usado para ler o texto e verificar na internet se isso é real e trazer essa resposta para você.” O colunista vai além e prevê que a máquina poderá substituir as agências de notícias, ou seja, o fato narrado, aquele que não requer interpretação, mas nunca o jornalismo interpretativo ou de opinião – este dificilmente será substituído, assim como o jornal pequeno, representativo de uma comunidade, como os jornais de bairro, por exemplo. Radfahrer prevê que o jornalismo vai acabar voltando ao passado, quando a circulação não era nacional, mas atendia aos anseios de determinada comunidade.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Datacracia
A coluna Datacracia, com o professor Luli Radfahrer, vai ao ar toda sexta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.