Medicamento pode reduzir mortalidade por traumatismo no crânio

Ácido tranexâmico foi associado a uma redução do risco de morte por lesão cerebral

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre um estudo que apontou benefícios do ácido tranexâmico para pacientes com traumatismo cranioencefálico.

De acordo com o professor, o ácido tranexâmico é comumente utilizado para a redução de sangramentos após cirurgias ou traumas, no entanto, nunca havia sido testado para casos de traumatismo. Ele conta que “o sangramento intracraniano é uma complicação comum do traumatismo cranioencefálico, que pode levar a um efeito de massa no cérebro, causando herniação cerebral e óbito”, o que tornou plausível pesquisas acerca do medicamento.

Nesse cenário, um estudo científico, chamado CRASH-3, foi realizado em mais de 175 hospitais de 29 países e testou a administração endovenosa, ou seja, na veia, do ácido tranexâmico nas primeiras horas após um traumatismo cranioencefálico. “O estudo incluiu mais de 12.700 pacientes, que foram alocados de forma randômica, sendo que metade recebeu o ácido tranexâmico e a outra metade recebeu infusão de placebo”, afirma o professor. 

Os selecionados para o estudo foram pacientes que tinham um score de 12 ou menos na Escala de Coma de Glasgow, que avalia o nível de consciência após um trauma e, segundo o professor, “o uso de ácido tranexâmico foi associado à redução do risco de morte por lesão cerebral”.

Dentre os possíveis efeitos colaterais da administração do ácido, Pontes Neto aponta o aumento do risco de AVC e infarto, “mas nesse estudo não foram observados tais eventos, então, aparentemente, a droga foi segura nesse contexto clínico”. Ele também destaca a necessidade de mais pesquisas para averiguar os efeitos, mas os resultados são, sem dúvida, um importante passo para a redução da mortalidade por traumatismo cranioencefálico.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Minuto do Cérebro.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.