A importância do Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) para o Estado de São Paulo

Objetivo do ZEE é orientar o desenvolvimento ambiental, social e econômico do Estado

 01/09/2022 - Publicado há 1 mês
Por

O professor José Eli da Veiga chama atenção para as questões que envolvem o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE), um instrumento técnico e político de planejamento elaborado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo. “Trata-se de algo muito importante para o principal Estado brasileiro e que resulta de um trabalho gigantesco”, destaca. “É difícil imaginar todas as etapas pelas quais ele passou e agora está em suas fases finais.” Na tarde desta quarta-feira (31), houve uma reunião do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) para a aprovação do ZEE. Mas até o fechamento desta coluna ainda não havia informação sobre o resultado do encontro. “Importante que todos fiquem atentos a esta questão, que representa um avanço muito grande no setor”, avalia Eli da Veiga.

De outro lado, lembrando a coluna anterior em que abordou o encontro da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o tratado dos oceanos, o colunista lamenta que foram poucos os progressos. “Embora alguns noticiários apontem para avanços, infelizmente ainda não foi desta vez.” Segundo Eli da Veiga, a reunião na sede da ONU, que durou duas semanas, fracassou. “Não vi quase nada na mídia, a não ser um comentário do WWF dizendo que o tom não era de desespero. Mas isso foi em relação aos impactos ambientais, que avançaram”, descreve.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.