Inteligência artificial já é realidade também no esporte

Processos de monitoramento e tecnologia vão nortear muitos profissionais do esporte e da educação física

 22/11/2019 - Publicado há 2 anos

Na coluna Ciência e Esporte desta semana, o professor Paulo Roberto Santiago comenta sobre a visita ao Brasil do professor Yuval Noah Harari. O professor  leciona no Departamento de História da Universidade Hebraica de Jerusalém e é autor do best seller internacional Sapiens: Uma breve história da humanidade. O lançamento mais recente é o livro 21 Lições para o Século 21.

O professor Santiago explica, na coluna, como os ensinamentos do historiador podem ser aproveitados na área da ciência do esporte. Harari discute muito sobre tecnologia e inteligência artificial e informa que “essa também é uma tônica em clubes esportivos que desejam ter tecnologias sofisticadas para fazer monitoramento no esporte”.      

Essas tecnologias, no esporte, podem avaliar quando um atleta pode ter uma lesão, questões de comportamento, ânimo, disposição em dias de competição, entre outros tipos de monitoramento. “No futuro, esse fator pode nortear muitos profissionais na área do esporte e da educação física”, destaca. 

Sobre a afirmação de Harari de que os profissionais não serão obrigados a saber lidar com essas novas ferramentas, como inteligência artificial, por exemplo,  mas vão precisar entender o básico de sua funcionalidade e processo, Santiago reflete: “Mas é importante que as pessoas comecem a estudar para compreender um pouco mais, pois muitas decisões serão baseadas nesses processos”.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte.


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.