“As artes e a cultura, para o atual governo, são um estorvo”

O professor Martin Grossmann questiona. em sua coluna, o que nos representa culturalmente como brasileiros

 

Depois de dois meses pesquisando no Japão e em países da Europa, o professor Martin Grossmann comenta, em sua coluna Na Cultura o Centro Está em Toda Parte, da Rádio USP (93,7 MHz), sobre a sua indignação diante do decreto que transferiu a Secretaria da Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo (clique o player acima e ouça a coluna).

“Aterrissei no Brasil, mas não aterrei. Meu sentido de pertencimento está abalado. Isso contrasta com a experiência que tive no Japão, onde o cidadão japonês tem um forte sentimento de pertencimento orgânico, integral, existencial”, observa. “Tento refletir sobre qual o lugar da cultura hoje no País. Mas, neste governo, a cultura não tem lugar.”

Na avaliação do professor, o desinteresse pela cultura ficou evidente quando o atual presidente, cumprindo a promessa de sua campanha, anunciou, em novembro de 2018, a incorporação do antigo Ministério da Cultura ao Ministério da Educação. “A Cultura, que tinha o status de Ministério, tão difícil de ser alcançado, vira uma Secretaria e acaba ficando no novo Ministério da Cidadania. E, agora, vai para o Ministério do Turismo.”

Grossmann comenta e questiona: “As artes e a cultura, para o atual governo, são um estorvo. Melhor seria se fossem eliminadas de cena. Mas aí pergunto a vocês, ouvintes e leitores da Rádio e do Jornal da USP:  qual a importância da arte e da cultura para a nossa existência como seres humanos? Quando digo que sou brasileiro, o que caracteriza essa condição? O que nos diferencia das outras nações?”.

Ouça no link acima os comentários de Martin Grossmann em sua coluna Na Cultura o Centro Está em Toda Parte, da Rádio USP.

 


Na Cultura, o Centro está em Toda Parte
A coluna Na Cultura o Centro está em Toda Parte, com o professor Martin Grossmann, vai ao ar toda quarta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.