Colunista fala sobre Ricupero na Cátedra José Bonifácio

Pedro Dallari comenta a importância da indicação do embaixador para refletir sobre os 200 anos de independência do Brasil

 Publicado: 24/11/2021
Por

O embaixador Rubens Ricupero será o novo titular da Cátedra José Bonifácio. Em sua coluna desta semana, o professor Pedro Dallari, coordenador da cátedra, fala justamente da chegada de Ricupero e o que ela representa. “Em encontro ocorrido na semana passada na USP, o reitor Vahan Agopyan convidou o embaixador Rubens Ricupero para ser o novo catedrático da José Bonifácio até 2022. O embaixador prontamente aceitou. A cada ano, uma personalidade da Ibero-América se torna catedrática e escolhe o tema em que orientará pesquisadores da pós-graduação da USP.

“O embaixador Rubens Ricupero escolheu como tema a reflexão sobre os 200 anos da Independência do Brasil para que o exame da história possa gerar subsídios para um futuro de melhores perspectivas para a sociedade brasileira”, afirma Dallari. “É importante lembrar que a cátedra tem o nome de José Bonifácio, justamente o Patriarca da Independência. E o embaixador Rubens Ricupero reúne todas as credenciais para ocupar a cátedra. É um pesquisador dinâmico e inquieto, que, com 84 anos de idade, mantém um extraordinário vigor intelectual. Formado em Direito pela USP, no Largo de São Francisco, em 1959, se tornou diplomata de carreira, sendo embaixador do Brasil nos Estados Unidos e na Itália e foi chefe da missão do Brasil na ONU, entre outras funções”, acrescenta o professor.

O colunista também discorreu sobre as atribuições de Ricupero à frente da Cátedra José Bonifácio. “Como catedrático, no final de 2021 e ao longo de 2022, ele terá diversas atividades. Dirigirá um grupo de pesquisadores de pós-graduação, como já mencionado, fará conferências públicas na USP e, através da imprensa da USP e da imprensa em geral, disponibilizará para a sociedade os resultados de suas atividades de pesquisa”, relata Dallari. “Em agosto de 2022, já na véspera do 7 de setembro e dos 200 anos da Independência, o embaixador lançará um livro com artigos produzidos por pesquisadores que irão trabalhar com ele ao longo do próximo período”, afirma o colunista.

“Rubens Ricupero é o nono catedrático da Cátedra José Bonifácio. Ele sucede o colombiano José Antonio Ocampo, que foi ministro da Economia de seu país e foi secretário-geral adjunto da ONU. Entre os outros catedráticos, podem ser mencionados o ex-presidente do Chile, Ricardo Lagos, a ex-presidente da Costa Rica, Laura Chinchilla, o ex-primeiro-ministro espanhol Felipe Gonzalez. Assim como fará Rubens Ricupero, cada catedrático produziu ao final de seu período à frente da Cátedra José Bonifácio um livro com os resultados do trabalho que coordenou na USP. Esses livros estão todos disponíveis para acesso gratuito no site da Editora da Universidade de São Paulo, a Edusp”, conclui o professor.

Veja aqui os livros produzidos pela Cátedra José Bonifácio.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.