Colunista destaca trajetória da professora Erminia Maricato

Guilherme Wisnik presta homenagem à professora da FAU, contemplada com a medalha de ouro outorgada pela Federação Pan-Americana da Associação de Arquitetos e Urbanistas

Em sua coluna de hoje (12), o professor Guilherme Wisnik destaca o prêmio recebido pela arquiteta, urbanista e professora da FAU/USP, Erminia Maricato, contemplada com a medalha de ouro da Federação Pan-Americana da Associação de Arquitetos e Urbanistas, “um prêmio importantíssimo, de escala continental.  É a primeira mulher brasileira a receber esse prêmio”. A professora Erminia, hoje aposentada, é fundadora do Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos da FAU (LABHAB), “um laboratório que desenvolve pesquisas fundamentais na área, ligado à habitação social”. Wisnik lembra que Erminia tem uma atuação fundamental em prol das questões da habitação social e da reforma urbana no Brasil.

Além disso, participou da criação do Ministério das Cidades, durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e também atuou durante a gestão da prefeita Luiza Erundina, entre 1989 e 1992, quando foi secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano de São Paulo.

“O trabalho da Erminia se volta muito para a questão da exclusão urbana, da segregação e da violência, com um olhar atento para a questão da habitação e da periferia”, prossegue Wisnik. “E ela traz a reflexão sobre o papel da lei de terras, da criação do latifúndio como base para nossa estrutura fundiária tão desigual.” Ele acrescenta ainda que Erminia Maricato é autora de livros importantes, nos quais reflete sobre a periferia do capitalismo.


Espaço em Obra
A coluna Espaço em Obra, com o professor Guilherme Wisnik, vai ao ar toda quinta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.