Código de Conduta da Alta Administração deve ser usado contra declarações ofensivas

Renato Janine comenta que força e poder não são propriedades privadas e devem ser usados com moderação por servidores públicos

Na coluna desta semana, o professor Renato Janine Ribeiro comenta a denúncia na Comissão de Ética da Presidência da Republica, a qual envolve o ministro da Economia, Paulo Guedes, que chamou servidores de parasitas e criticou a ida de empregadas domésticas para a Disney com o dólar baixo. O professor questiona “qual o tipo de respeito que um servidor público deve as pessoas sobre as quais tem alguma tutela?”.

Para Janine, é importante que a Comissão de Ética Pública da Presidência aplique o Código de Conduta da Alta Administração Federal. “É um código ao qual estão sujeitos ministros de estado, o escalão logo abaixo, bem como presidentes e diretores de fundações”, explica. Uma das exigências, segundo o professor, é que se lide com o respeito que é devido às pessoas.

Janine defende que, quando se tem força, ela precisa ser usada com moderação. Um policial usar arma não significa que ele possa atirar em alguém. Quanto ao poder, ele também deve ser usado com comedimento. “Você não pode pensar que o poder é sua propriedade privada”, avalia, assim como a força também não é.

Acompanhe o comentário completo no link acima.


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.