Cirurgia bariátrica deve ser entendida como última hipótese

A cirurgia não é recomendada para todos os pacientes. Existem critérios a serem analisados antes de indicar a operação


Nesta edição do programa Saúde sem Complicações, o professor Wilson Salgado Júnior, do Departamento de Cirurgia e Anatomia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, fala sobre cirurgia bariátrica. O professor é especialista em cirurgia do aparelho digestivo e cirurgia bariátrica e, atualmente, é diretor geral do Hospital Estadual de Ribeirão Preto. 

Salgado Júnior afirma que a cirurgia bariátrica não é recomendada para todos os pacientes, e que existem critérios a serem analisados antes de indicar a operação. No Brasil, para poder realizar uma cirurgia bariátrica, o recomendado é que o paciente tenha o índice de massa corporal (IMC) de pelo menos 35 e que tenha doença associada, como, por exemplo, pressão alta e diabete. Ou, então, se o índice for acima de 40.

“A cirurgia bariátrica deve ser entendida como a última hipótese, quando já houve tentativas de perda de peso”, afirma o professor. Se o paciente realmente precisar se submeter à cirurgia, Salgado Júnior destaca que existem cinco tipos de técnicas cirúrgicas que podem ser adotadas. O processo de avaliação para definir qual a melhor técnica para determinado paciente conta com uma equipe multiprofissional. 

O paciente passa por um processo de preparo de, no mínimo, seis meses. O processo envolve conscientização e avaliação das condições psicológicas para entender os riscos  e lidar com o procedimento. “A cirurgia não é isenta de riscos, que podem ser tanto físicos como psicológicos. Então, esse paciente tem que ser muito bem preparado”, alerta.  

Ouça no link acima a íntegra do programa Saúde sem complicações

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.