Ciência deu um show ao produzir vacinas em tempo recorde

Nesta última coluna Ética e Política de 2020, Renato Janine Ribeiro comenta o que houve de pior e de melhor em 2020. O professor lembra das palavras da chanceler alemã, Angela Merkel – que disse que a pandemia era o pior acontecimento desde a Segunda Guerra Mundial -, para lembrar que a covid-19 trouxe medo, morte e confinamento pelo mundo todo.

A situação ruim trazida pela pandemia acabou sendo agravada pela reação de alguns chefes de Estado, como Donald Trump, nos Estados Unidos, e, infelizmente, pelo presidente do Brasil, que se mostraram muito irresponsáveis no enfrentamento da doença, fazendo uso político dela e demonstrando muita falta de compaixão pelas vítimas.

Mas o melhor de 2020 também está relacionado à covid: trata-se do show que a ciência está dando no mundo. “Nunca tivemos uma rapidez tão grande no enfrentamento científico de uma pandemia. Vacinas demoram muitos anos a serem feitas. Este ano, decorridos menos de 12 meses desde o alarme da covid, várias vacinas estão já na fase final, algumas já estão sendo aplicadas”, diz o colunista, lembrando que há riscos mas, calculando-se prós e contras, percebe-se que é melhor aplicar essas vacinas do que deixar de aplicá-las.

Para o colunista, isso representa um avanço muito grande para a humanidade e representa também uma prova cabal das capacidades da ciência. “Nós estamos diante desse grande salto em prol do conhecimento e do conhecimento como um instrumento decisivo para promover uma vida melhor, mais digna, mais ética, de melhor qualidade. Essa é a grande notícia de 2020.”


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.