Brasil e Argentina têm a chance de retomar diálogo

A visita do ministro do Exterior da Argentina ao Brasil deve contribuir para que as duas nações voltem a estreitar relações

As relações entre o Brasil e a Argentina são o tema da coluna desta semana do embaixador Rubens Barbosa, que comenta a visita do ministro do Exterior da Argentina nesta quarta-feira (12) ao Brasil, a primeira de alto nível entre os dois governos após o relativamente recente “estremecimento” que abalou o diálogo entre os presidentes de ambos os países. “Brasil e Argentina têm desencontros de tempos em tempos ao longo da sua história; agora, a retórica ideológica dos dois lados acentuou essa discordância”, observa Barbosa. No entanto, com a visita do representante argentino ao Brasil e a ida do secretário do Comércio brasileiro, Marcos Troyjo, à Argentina, o diálogo começa a ser retomado.

A grande preocupação do Brasil com o novo governo argentino reside no comércio, basicamente nas medidas restritivas implantadas pelo governo de Alberto Fernández em decorrência da crise que aflige a economia portenha. Houve uma queda de 35% no comércio entre as duas nações no ano passado. De todo modo, diz Barbosa, a retórica confrontacionista não é boa para nenhum dos lados. “Os interesses recíprocos mais altos aconselham uma mudança de atitude entre os dois países”, argumenta o colunista, antes de completar: “O determinismo geográfico terá de ser levado em conta pelos dois países na implantação de novas políticas. A economia argentina é muito importante para o Brasil e a economia brasileira é muito importante para a Argentina”.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.