Artigo ensina como fazer “scout” de jogos em casa

Professor explica como uma planilha de Excel pode ser usada de modo profissional, como passatempo e, ainda, como oportunidade financeira

Na coluna Ciência e Esporte desta semana, o professor Paulo Roberto Santiago fala sobre um trabalho publicado pela Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício (RBPFEX) em 2017. O artigo descreve como é possível fazer o scout de um jogo de voleibol com uma planilha comum de Excel.

O scout pode ser definido como uma análise de uma partida, um momento ou um lance de um jogo. Sua finalidade é medir o desempenho de um time ou de um atleta em específico. Na pesquisa, comentada pelo professor Santiago, Nelson Marques Junior e Danilo Arruda elaboraram uma apresentação em slides, mostrando como fazer o scout de um jogo de voleibol com uma planilha de Excel, ferramenta que pode ser usada em casa.

O estudo é científico, mas, para Santiago, “o mais interessante é que podemos utilizá-lo como uma forma de passatempo muito proveitosa neste período de reclusão social”. A dica é aplicar a ferramenta em jogos do YouTube e dá, como exemplo, a final da Liga Mundial de Vôlei de 2018, Brasil x Polônia. “Infelizmente o Brasil perdeu a partida, mas vocês podem fazer o scout e tirar muitas informações de fundamentos técnicos que aconteceram no jogo.”

A importância de números para analisar uma partida é comentada pelo professor, que adianta que, para avaliar corretamente um jogo coletivo, é preciso “ter uma forma mais crítica e elaborada” de obter os conhecimentos. Para ele, muitas vezes são feitos comentários e discussões sobre a atuação de um time de forma “totalmente equivocada, porque a gente não tem os dados”.

Além da planilha ser utilizada de um modo profissional ou como forma de passatempo em casa, pode ainda se tornar uma oportunidade financeira. E Santiago cita, como exemplo, o Game Fantasy Cartola FC, que faz scouts dos jogos do Campeonato Brasileiro; a empresa vende essa ideia e as pessoas jogam, gerando renda para os criadores. “Tem gente que trabalha como analista de desempenho, basicamente ‘scauteiro’ de times. Até mesmo para outras atividades como sites de aposta”, arremata Santiago.

Ouvintes podem sugerir temas ou enviar questões para as próximas edições da coluna por e-mail ou através de comentários no canal da coluna no YouTube. A única indicação é que a sugestão seja relacionada a ciência e esporte. 

Ouça no player acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte.


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.