Artigo científico apresenta as influências do exercício na resposta imune: um alerta para atletas

Atletas profissionais e amadores devem evitar práticas em condições extremas pois são afetados por estado transitório de imunodepressão

Na última quarta-feira, 26 de fevereiro, o Brasil confirmou seu primeiro caso de coronavírus. Com mais de 2,7 mil mortes e cerca de 80 mil infectados, a doença, que surgiu em Wuhan, na província de Hubei, na China, já alcançou pelo menos 42 países. Na coluna desta semana, o professor Paulo Santiago fala sobre a relação entre exercícios físicos e o possível contágio pelo vírus.

O professor diz que a ciência confirma melhor resposta imunológica encontrada em atletas, conforme artigo publicado em 2002 pela Revista Brasileira de Medicina do Esporte, mas somente para atividades esportivas moderadas e regulares. O mesmo artigo, alerta Santiago, afirma que práticas de alta intensidade de forma não regular causam um “estado transitório de imunodepressão” que deixa o esportista vulnerável a infecções e doenças das vias respiratórias, como o coronavírus.

Santiago diz que atletas profissionais e amadores devem tomar algumas precauções, como evitar participação em competições realizadas em locais com alto índice de pessoas contagiadas e exercícios de alta intensidade em condições extremas.  

Ouvintes podem sugerir temas ou enviar questões para as próximas edições da coluna por e-mail ou através de comentários no canal da coluna no youtube. A única indicação é que a sugestão seja relacionada a ciência e esporte. 

Ouça no link acima a íntegra da coluna Ciência e Esporte. 


Ciência e Esporte
A coluna Ciência e Esporte, com o professor Paulo Santiago, vai ao ar toda sexta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.