Após vitória de Emmanuel Macron, eleições legislativas na França poderão resultar em novo fato histórico

O professor José Eli da Veiga analisa o resultado da eleição presidencial francesa e o futuro do Congresso

 12/05/2022 - Publicado há 5 meses
Por

Apesar da derrota na eleição presidencial que reelegeu Emmanuel Macron, a candidata derrotada Marine Le Pen está numa posição confortável pelo número de votos que a extrema-direita obteve. “Mas o que acontecerá após as eleições legislativas, que virão em junho, ainda não se sabe ao certo”, observa o professor José Eli da Veiga. “Jean-Luc Mélenchon, que chegou em terceiro lugar com uma votação expressiva, anunciou, após o resultado do segundo turno, que entrava na batalha para ser eleito primeiro-ministro”, destaca o colunista. O professor explica que o primeiro-ministro é escolhido normalmente pelo presidente da República em função da maioria que se forma no Congresso.

Na análise de Eli da Veiga, “os partidos tradicionais, como o da social-democracia, que lá é o Partido Socialista, e o Partido Comunista, que tiveram uma importância muito grande em toda a segunda metade do século 20, viraram farinha”. Mas o fato é que Mélenchon, criador do partido “França Insubmissa”, conseguiu juntar os cacos dessa esquerda e está se lançando como candidato a primeiro-ministro. “Ele fez um discurso no sábado passado dizendo que vai ter novidades”, diz o professor. Na edição do jornal Valor Econômico do último dia 29 de abril, Eli da Veiga aborda as eleições francesas em sua coluna, no texto intitulado Inevitável Coexistência.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.