“Americanos acreditam que o jornalismo tem se tornado enviesado”, diz colunista

Lins da Silva comenta sobre pesquisa realizada nos EUA, que indica que 73% dos norte-americanos acreditam que a imprensa está cada vez mais tendenciosa

 

Na coluna Horizontes do Jornalismo de hoje, o professor Carlos Eduardo Lins da Silva comenta sobre uma pesquisa que indica que embora muitos norte-americanos acreditem que o papel da imprensa seja vital para a democracia, eles também acham que ela se torna cada vez mais tendenciosa. Foram ouvidas 20 mil pessoas e foi registrado que 73% dos americanos acreditam que, embora devesse ser objetivo, o jornalismo tem se tornado mais enviesado. Houve um aumento considerável em relação à edição anterior da pesquisa, onde essa taxa foi de 65%.

O professor indica que esses resultados são preocupantes, pois há a chance de o jornalismo se deixar levar pela polarização mundial, fazendo com que veículos, inclusive os independentes, se tornem partidários, ou assumam posições claras de oposição em relação aos governos, como tem ocorrido nos Estados Unidos e também no Brasil. “A população está decepcionada com a atuação jornalística do momento. Isso é material para reflexão aos jornalistas, que enfrentam um dilema atualmente: devemos ser condescendentes com pessoas como Trump e Bolsonaro? Devemos dar a eles o benefício dos dois lados, que sempre foi dado no jornalismo a todos os governantes, ou devemos manter uma posição diferente agora que eles representam uma ameaça à democracia?”, pondera.

Lins da Silva também ressalta que os conceitos de objetividade e neutralidade são parecidos, e que o público se divide em grupos a favor e contra os posicionamentos da imprensa, fazendo com que seja difícil chegar a uma conclusão sobre o assunto. Saiba mais ouvindo a coluna na íntegra.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

 

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.