Alta ingestão de líquidos é primordial para prevenir a formação de cálculos renais

Além da hiper-hidratação, é preciso moderação com alimentos ricos em sódio e proteínas

O programa Saúde com Ciência e Jazz desta semana recebe o professor Osvaldo Merege Vieira Neto, médico assistente da Divisão de Nefrologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, para falar sobre litíase renal, mais conhecida como pedra nos rins ou cálculo renal. 

O professor diz que a formação de cálculos renais pode estar relacionada com diversos fatores e doenças. Dentre eles, é possível destacar a predisposição genética, baixa ingestão de líquidos, alto consumo de proteínas e alimentos ricos em sódio como os mais comuns entre os pacientes. 

Um dos principais problemas causados pela doença são as dores muito intensas provocadas pelas cólicas renais. “Os cálculos renais provocam muita dor, muitas vezes descrita como a pior dor existente na medicina.” afirma o professor. 

O estudo metabólico de pacientes que apresentam predisposição genética para a formação de cálculos renais é primordial para a prevenção, assim como cuidados com o uso exagerado dos suplementos proteicos, muito utilizados atualmente para aumentar a massa muscular, e a ingestão de, no mínimo, 2,5 litros de líquidos ao longo do dia. 

O programa Saúde com Ciência e Jazz é produzido por Flávia Coltri, com apresentação e coordenação do professor Pérsio Roxo Júnior e trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Coordenação de Rosemeire Talamone. No ar todas às quartas, das 13h30 às 14 horas. Você pode sintonizar a Rádio USP em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br/home-ribeiraopreto ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS.

Ouça no player acima a íntegra do programa Saúde com Ciência e Jazz.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.