Agora é hora de prudência nas relações internacionais

Na opinião de Alberto do Amaral, incidentes diplomáticos desnecessários só pioram as coisas

A necessidade que o Brasil tem de ter prudência nas relações internacionais é o tema desta edição. O professor Alberto do Amaral comenta essa necessidade de prudência a partir do episódio de constrangimento causado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República, em um comentário nas mídias sociais, considerando a China responsável pelo coronavírus. Esse fato causou um incidente diplomático entre os dois países, piorado pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

De acordo com Amaral, a China não tem bons olhos para o Brasil. “Os chineses não veem o Brasil como superpotência”, e acrescenta: “Não temos um poder político capaz de rivalizar com um gigante como os chineses. Temos que ser mais moderados em nossas relações internacionais. A China é nosso principal parceiro comercial”.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Um Olhar sobre o Mundo.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.