Adensamento domiciliar favorece aumento de casos de covid-19

A professora Raquel Rolnik comenta a relação entre a densidade demográfica e o aumento no número de casos da doença

Encontros recentes, que analisaram a densidade demográfica na cidade de Nova York, mostram que nem sempre o grande número de pessoas em um determinado ponto da cidade é motivo do aumento de casos de covid-19. Dois pontos foram analisados: a densidade construtiva, com prédios altos e próximos uns dos outros, e a densidade demográfica, com muita gente ocupando um mesmo espaço. De acordo com a professora Raquel Rolnik, em sua coluna desta semana, os números da doença foram intensificados em função do adensamento  domiciliar, que acontece justamente nos bairros mais afastados dos grandes centros.
Acompanhe pelo link acima a íntegra da coluna.

Cidade para Todos
A coluna Cidade para Todos, com a professora Raquel Rolnik, vai ao ar toda quinta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.