Abortamento espontâneo pode ter causas hereditárias

Pesquisa indica predisposição ao aborto em filhas cujas mães sofreram com o mesmo problema

Na coluna de hoje, Alexandre Faisal comenta sobre o abortamento espontâneo, problema que pode ter origens hereditárias. O doutor revela que “13% de todas as gestações resultam em aborto espontâneo e, na maioria das vezes, as causas não são identificadas, mas geralmente estão vinculadas a malformações do embrião”.

Além desse fator, uma pesquisa britânica analisou a intergeracionalidade desse tipo de aborto. “O resultado mais interessante desse estudo foi que as filhas que abortaram tiveram 11% mais chances de terem uma mãe que também abortou. Em suma, descobriu-se que pode, sim, haver uma predisposição ao abortamento espontâneo causada por uma disfunção endotelial”, comenta o professor.

Saiba mais sobre o assunto clicando no player acima.


Saúde Feminina
A coluna Saúde Feminina, com o professor Alexandre Faisal, vai ao ar toda quinta-feira às 10h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.