“A histórica vitória de Joe Biden vai ser analisada por anos”

Segundo o embaixador Rubens Barbosa, o resultado equilibrado refletiu a profunda divisão do país; a sociedade preferiu eleger um presidente moderado e conciliador que promete reduzir o ódio e unir o país

 10/11/2020 - Publicado há 1 ano

Na coluna Diplomacia e Interesse Nacional desta semana, o embaixador Rubens Barbosa trata do resultado das urnas americanas e de quais podem ser seus desdobramentos. “A histórica vitória de Joe Biden vai ser analisada por anos. O resultado equilibrado refletiu a profunda divisão do país: não houve uma onda democrata, mas a sociedade preferiu eleger um presidente moderado e conciliador que promete reduzir o ódio e unir o país”, aponta ele. 

As acusações de fraude e a judicialização do processo eleitoral por Trump representam sério problema para o funcionamento do sistema eleitoral no futuro, em razão das incertezas despertadas. Segundo o embaixador, porém, esse quadro não chegará a ameaçar a democracia nem a credibilidade das instituições. “Os institutos de pesquisa voltaram a se equivocar, os meios de comunicação tornaram-se braços dos partidos desestimulando a divisão e o papel da mídia foi menor do que em 2016”, analisa ele, segundo o qual ainda ficam as perguntas no ar: Como Trump se comportará? Continuará ativo nas redes sociais? 

Barbosa conclui lembrando que, segundo a Constituição americana, nenhuma pessoa poderá ser eleita mais de duas vezes para o cargo de presidente. “Assim, Trump poderá muito bem querer se apresentar novamente em 2024. Como o Partido Republicano vai reagir?”, questiona. “Virou-se mais uma página da história política dos EUA e o mundo inteiro vai acompanhar seus desdobramentos.”

Ouça a íntegra da coluna no player.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.