A conflitante relação entre a política externa e o interesse nacional

Alberto do Amaral entende que o interesse nacional é o interesse de todos, e não do individual, em um mundo globalizado

 16/02/2021 - Publicado há 11 meses
Por

A política externa brasileira tem uma visão estreita sobre o interesse nacional, ou seja, os propósitos que o governo, especialmente a diplomacia, deve defender e sustentar no cenário externo. O interesse nacional revela particularidades específicas, que decorrem da tradição diplomática, das reivindicações da sociedade, de regras constitucionais e das mudanças na vida internacional.

O interesse nacional é o interesse de todos, independentemente de quem vá ganhar ou perder; cabe a um governo democrático, no caso da política externa, ouvir vários grupos e arbitrar interesses, aquilo que deve ser defendido no plano nacional. De acordo com Alberto do Amaral, a tradição diplomática brasileira, que é extremamente rica,  deve ser resgatada como um dos pilares do interesse nacional. Já o segundo pilar é a busca da paz e pelas desigualdades de poder. Existem interesses do Brasil que coincidem com os interesses gerais da humanidade, como a proteção da Amazônia.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.