USP Especiais #56: A poética de Tom Jobim – Parte 3

Terceiro e último programa da série aborda a gênese de algumas das canções do compositor

Jornal da USP
USP Especiais #56: A poética de Tom Jobim – Parte 3
/

Neste programa, escute a natureza em Tom Jobim. Um aspecto que sempre esteve presente na sua obra, ao lado do sorriso e do amor. Inicialmente, como inspiração e vivência de um jovem num Rio de Janeiro paradisíaco e pouco urbano. Um Brasil menos populoso, menos cinza e mais verde.

A sua obra, que falava das coisas do coração, com o passar do tempo foi se tornando uma poética também ecológica e engajada. A positividade de suas músicas também esteve a favor do índio, da mata, dos bichos. A favor da vida.

Tom Jobim conhecia como poucos a floresta, a Mata Atlântica, os nomes dos bichos, dos pássaros; conhecia os nomes das árvores, a história das matas.

Conhecer Tom Jobim é saber o quanto a natureza é presente em sua obra. Assim como Villa-Lobos, a floresta canta nas suas músicas, está escrita nas suas letras, reverbera um eco de consciência cada vez mais necessário.

Aproveite o som da floresta jobiniana!

________________________________________________________________

Créditos do programa

Apresentação, roteiro e montagem: Eduardo de Oliveira

Revisão: Gustavo Xavier


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.