USP Analisa #58: Bom desempenho do setor primário favorece retomada da economia no interior paulista

Avaliação é do professor da FEA-RP, Rudinei Toneto Junior, e do presidente do Banco Ribeirão Preto, Nelson Rocha Augusto, em entrevista ao USP Analisa

Por
Jornal da USP
Jornal da USP
USP Analisa #58: Bom desempenho do setor primário favorece retomada da economia no interior paulista
/

Além da pandemia de covid-19, a demora na aprovação do orçamento e de um segundo ciclo do auxílio emergencial impactaram negativamente na economia brasileira. Por outro lado, o câmbio favorável e a alta nos preços das commodities durante o ano passado e neste ano podem ajudar na recuperação econômica, principalmente no interior paulista. Essa é a avaliação do economista e presidente do Banco Ribeirão Preto, Nelson Rocha Augusto, e do professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, Rudinei Toneto Junior, na segunda parte da entrevista que vai ao ar nesta semana no USP Analisa.

Os especialistas, que também integram o Conselho Consultivo do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto, concordam que a aprovação tardia do orçamento de 2021 pode ter sido proposital, já que gerou um superávit primário bastante relevante. Porém, esse bom resultado fiscal tem a influência de um cenário cruel causado pelo alto número de mortes.

“Com essa mortandade, o gasto previdenciário derrete. Nós vamos ter uma redução da população do Brasil em 2021 como nunca aconteceu na história. Nós vamos fechar dezembro de 2021 com menos brasileiros do que nós abrimos o ano, literalmente. Está nascendo um pouco menos de gente e está morrendo muito mais, não só pela pandemia, como também pelo não tratamento das outras doenças e até mesmo a fome. A gente está capturando dados e informações e a tendência indica essa redução sutil, obviamente, mas é a primeira vez que você tem uma redução da população. Isso dá uma pequena folga fiscal, mas é a pior folga fiscal que a gente pode ter. Eu não gasto porque eu não tenho gente para gastar, eu não tenho que pagar as minhas obrigações previdenciárias porque as pessoas simplesmente morreram”, diz Augusto.

Toneto, por sua vez, destaca que o setor primário, responsável pela dinâmica em cidades-polo do interior paulista, como Ribeirão Preto, pode ter um papel importante na recuperação do setor de comércio e serviços nesses locais. 

“A lucratividade dos setores de commodities subiu de forma significativa, porque você tem um câmbio favorável, preços internacionais favoráveis e todo esse cenário de desenvolvimento sustentável que pode voltar a ter mais impacto favorável. Então, você vai ter geração de renda em um dos principais setores econômicos que dá o dinamismo dessas cidades-polo do interior e que acaba se distribuindo para outras atividades. Apesar do fechamento de empreendimentos de comércio e serviços, eu acredito fortemente que, se o governo não fizer muita besteira, a gente conseguir avançar na vacinação e começar um processo maior de abertura, com o volume de poupança e a renda que está sendo gerada no setor primário, deve retomar um crescimento em um cenário mais favorável, pelo menos da metade do segundo semestre para a frente ou até antes”, explica o docente.

A segunda parte da entrevista vai ao ar nesta quarta (23), a partir das 18h05, com reapresentação no domingo (27), às 11h30. O programa também pode ser ouvido pelas plataformas de áudio iTunes e Spotify

O USP Analisa é uma produção conjunta do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP e da Rádio USP Ribeirão Preto. Para saber mais novidades sobre o programa e outras atividades do IEA-RP, inscreva-se em nosso canal no Telegram.


USP Analisa
O USP Analisa Vai ao ar pela Rádio USP às quartas-feiras, às 18h05, com reapresentação aos domingos, às 11h30, e também está disponível nos principais agregadores de podcast. O programa é uma produção conjunta da Rádio USP Ribeirão Preto (107,9 MHz) e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP. Apresentação e edição: Thaís Cardoso. Produção: João Henrique Rafael Junior. 

 

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.