Sociedade em Foco #96: Políticas públicas de combate à desigualdade dos candidatos à Presidência começam a aparecer

Segundo José Luiz Portella, os aspirantes ao cargo não apresentam planos efetivos para reduzir as disparidades financeiras e sociais

Jornal da USP
Jornal da USP
Sociedade em Foco #96: Políticas públicas de combate à desigualdade dos candidatos à Presidência começam a aparecer
/

Neste episódio do Sociedade em Foco, José Luiz Portella comenta as propostas dos candidatos à Presidência da República para combater a desigualdade no País. O professor avalia que nenhum candidato apresenta planos eficazes e destaca a necessidade da criação de uma “rede de conexão” entre diferentes programas. “Devem existir projetos ‘principais’ de combate à desigualdade, vinculados ao presidente da República, e, além disso, cada Ministério deve ter três projetos, de curto, médio e de longo prazo”, diz.

Ainda de acordo com Portella, diversos candidatos pautam suas propostas em ajustes fiscais, o que é um erro. “Tais ajustes geram um crescimento econômico, mas não auxiliam na distribuição de renda”, conta o professor, que cita, como exemplo, as políticas econômicas do período da ditadura militar brasileira. “Se o crescimento é malfeito, ele aumenta a desigualdade”, completa.

Outra lacuna nas propostas, para Portella, seria a falta de habilidade dos candidatos em articular a relação entre o governo e o mercado. “É preciso combinar o crescimento econômico com a distribuição de renda e, para tanto, o mercado pode ser proeminente em algumas áreas, desde que fiscalizado pelo governo”, diz. “Os candidatos falam só obviedades e não questionam a origem dos impasses. Se não resolvermos a desigualdade, não vamos resolver outros problemas”, conclui o professor. 


Momento Sociedade
O Momento Sociedade vai ao ar na Rádio USP todas as segundas-feiras, às 8h30 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.