Sociedade em Foco #134: Organização deve ser priorizada nos investimentos em políticas públicas ambientais, tecnológicas, científicas e regionais

José Luiz Portella afirma que essas áreas também fazem parte do âmbito social

Momento Sociedade - USP
Momento Sociedade - USP
Sociedade em Foco #134: Organização deve ser priorizada nos investimentos em políticas públicas ambientais, tecnológicas, científicas e regionais
/

O investimento de políticas públicas focadas no meio ambiente, tecnologia e desenvolvimento regional é importante, sobretudo no âmbito da geração de empregos. No episódio 134 do podcast Sociedade em Foco, José Luiz Portella, doutor em História Econômica pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP e pesquisador no Instituto de Estudos Avançados da USP, comenta sobre a relação entre essas áreas com a parte social das políticas públicas e o que é necessário para colocá-las em prática.

“O desenvolvimento social se dá no desenvolvimento econômico e político”, diz Portella. Portanto, é preciso uma coordenação entre todos os envolvidos para que políticas públicas sejam implantadas de maneira efetiva. O especialista acrescenta que é comum, no início de governo, os ministros comentarem sobre os assuntos no geral, sem um detalhamento específico: “É até natural, no começo de governo, os ministros saírem falando numa reação emotiva, mas é preciso organizar tudo isso em planos. Não adianta cada um sair fazendo uma coisa que pode ser até conflitante. Precisamos ver todas essas políticas, mas a gente precisa ter tudo isso amarrado na questão social maior”.

Para Portella, o detalhamento é crucial e, para isso, o governo deve ter uma atitude uníssona com projetos com começo, meio e fim claros. “Você tem que juntar tudo e todas elas convergirem para um espírito que, na minha opinião, devia ser o combate à desigualdade”.

Porém, além da necessidade da organização em prol de um objetivo comum, existem as problemáticas da implantação e medição dos resultados dessas políticas públicas. O pesquisador coloca: “Você tem que ter canais para fazer uma articulação entre a sociedade e o Estado para a medição das políticas públicas. A medição constante é fundamental para que você possa corrigi-las durante a implantação e depois verificar qual o impacto e fazer correções para futuras políticas, em vez de acabar com projetos de um governo anterior”.


Momento Sociedade
O Momento Sociedade vai ao ar na Rádio USP todas as segundas-feiras, às 8h30 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.